A neurologia pediátrica, além do suporte à oncologia, também oferece assistência às crianças nas mais diversas morbidades inerentes à faixa etária: epilepsias, malformações cerebrais, sequelas neurológicas, entre outras. De fundamental importância é a realização do Doppler Transcraniano (nas dependências do Grendacc) em pacientes falciformes, investigando, assim, possíveis eventos neurológicos que tais crianças possam vir a ter.