Em 1995, um grupo de pessoas sensibilizadas com as dificuldades vividas pelas crianças portadoras de câncer residentes em Jundiaí (60 Km de SP) e região, resolveu se unir para garantir que o tratamento da doença pudesse ser feito sem sair da cidade.

Só mesmo quem já teve um familiar com câncer para saber o quanto é difícil tratá-lo longe de casa. As viagens constantes em busca de radioterapia e quimioterapia se tornam traumáticas e podem agravar ainda mais o quadro causado pelos efeitos colaterais do tratamento.

Foi assim que nasceu o Grupo em Defesa da Criança com Câncer – GRENDACC, que garante tratamento gratuito digno, além de qualidade de vida não só para as crianças com câncer, como também para as portadoras de doenças hematológicas crônicas, ortopedia oncológica, neurologista, nefrologista e cardiologia.

O atendimento é voltado para crianças e adolescentes de zero a 19 anos.

A Estrutura do Grendacc

Instalado em um terreno de oito mil metros quadrados, no Parque da Represa, em Jundiaí, o GRENDACC, atende, atualmente, cerca de 470 crianças e adolescentes portadores de câncer e de doenças hematológicas. São pacientes de zero a 19 anos, encaminhados pelo SUS das cidades de Jundiaí, Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Itatiba, Itupeva, Louveira, Jarinu, Cabreúva e Morungaba e daqueles que possuem planos de saúde conveniados.

Os pacientes recebem atendimento na Unidade Ambulatorial de dois mil metros quadrados de área construída, que corresponde a uma das fases do projeto.

Essa primeira ala, resultado de um investimento de R$ 2 milhões, corresponde à fase Ambulatorial, na qual estão em pleno funcionamento os atendimentos de pediatria oncológica, hematológia, ortopedia oncológica, neurologista, nefrologista, cirurgião infantil, cardiologia, odontologia, psicologia, nutrição, serviço social, laboratório de análises clínicas, fisioterapia, enfermagem, farmácia, brinquedoteca e apoio pedagógico.

O próximo desafio é promover a adequação da atual estrutura, para que possamos garantir atendimento integral aos pacientes, não havendo mais a necessidade de encaminhá-los a outros hospitais seja para internação ou realização de cirurgias.

O projeto consiste na reforma e adequação do espaço do serviço de nutrição e dietética, refeitório de funcionários, farmácia hospitalar, agência transfusional, ampliação dos setores de fisioterapia, laboratório de análises clínicas, odontologia, SAME (serviço de atendimento médico e estatístico) e instalação do laboratório de imagem (raio-X, tomografia computadorizada e ultrassom). Construção da ala de internação com leitos exclusivos para especialidades pediátricas já atendidas e conforme demanda da nossa região, Unidade de Terapia Intensiva em Pediatria (UTI) com 10 leitos convencionais e um quarto de isolamento e Centro Cirúrgico com 03 salas cirúrgicas todas voltadas para o atendimento pediátrico. O projeto está a cargo da empresa Calado & Soares Arquitetura, especialista em construção hospitalar tendo em seu portfólio os projetos de construção do GPACI e Santa Casa de Sorocaba.