Vivendo a Esperança do Recomeço

ban_internas_01ver

Constantemente instituições renomadas e de pesquisa divulgam ações para aprimorar a assistências dos pacientes que desenvolvem câncer infanto-juvenil. Com os avanços nas técnicas de diagnóstico e tratamento, o câncer pode ser derrotado chegando a taxas de cura em cerca de 70% dos casos.

Várias são as modalidades de tratamento do câncer infanto-juvenil, sendo a poli quimioterapia a modalidade mais frequente, e que pode ser ou não associada a outras terapias. Apesar da eficácia do tratamento, seqüelas físicas, emocionais e sociais podem ocorrer, manifestando-se precocemente ou em longo prazo, ou seja, anos após o tratamento.

Estudos apontam para necessidade dos profissionais envolvidos na assistência das crianças e/ou adolescentes que passaram por essa experiência, de se capacitarem para o acompanhamento dos ex-pacientes após anos do término da terapia.

O ambulatório VER foi criado especialmente para as crianças / adolescentes / adultos jovens que foram submetidos ao tratamento contra o câncer e que estão fora de terapia ha mais de dois anos. A criação deste ambulatório é baseado em evidências e orientações de protocolos internacionais do Children’s Oncology Group.

Os objetivo do ambulatório são: identificar precocemente seqüelas físicas ou psicossociais tardias relacionadas ao tratamento e oferecer terapia adequada; orientar os pacientes e suas famílias na identificação precoce dessas seqüelas; oferecer suporte para a reorganização do funcionamento familiar após o término do tratamento do câncer; orientar quanto aos fatores de risco relacionados ao tratamento que podem ser amenizados ou potencializados de acordo com os hábitos de vida, como alimentação, drogas lícitas ou ilícitas ou prática de exercícios.

As consultas são realizadas por um Enfermeiro (a), que por meio de uma entrevista aborda aspectos diversos da vida e da qualidade de vida dos ex-pacientes, tenta identificar sinais ou sintomas de efeitos adversos tardios, relacionados à experiência de ter vivenciado o diagnóstico de câncer, como necessidades emocionais ou sociais particulares, bem como necessidades físicas específicas do tratamento com a quimioterapia, radioterapia ou cirurgia. Após a consulta com o Enfermeiro (a), o paciente é examinado pelo médico (a) oncologista que realiza um exame físico minucioso e realiza o encaminhamento para avaliação de outros profissionais da equipe multidisciplinar, médicos especialistas e solicita exames complementares.

Caso sejam identificadas sequelas referentes ao tratamento, o paciente será encaminhado para acompanhamento ou tratamento adequado.

O acompanhamento no ambulatório VER acontece anualmente. Alguns exames e avaliações serão realizados novamente, outros não, dependendo da indicação para cada caso especificamente.