dotz

Ação Infância e Vida

Parceria entre Banco do Brasil e CONIACC, campanha visa ajudar as instituições que apoiam crianças e adolescentes com câncer.
A campanha, que já está no terceiro ano, é uma das mais importantes do país para a divulgação de informações sobre os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil e seu diagnóstico precoce. Tem também o intuito de arrecadar doações que visam fortalecer o sistema de apoio e assistência à criança e ao adolescente com câncer em todas as regiões do Brasil. A ação Infância e Vida se estende até 15 de outubro.

A campanha visa sensibilizar servidores do Banco do Brasil, correntistas e a comunidade de um modo geral a doar, além de valores monetários, pontos Dotz, Livelo, Elo e Smiles. “Esperamos que correntistas do Banco do Brasil, além de outros bancos, e beneficiários de pontos se sensibilizem no sentido de que podem ajudar fazendo muito pouco: apenas repassando pontos para a CONIACC. Esse gesto pode ajudar a salvar muitas vidas”, explica Rilder Campos, presidente da instituição.

Para estimular o engajamento, a Dotz doará 10 mil pontos para sorteio a cada um milhão de pontos doados, enquanto que a Smiles fará uma promoção durante o período de 18 a 21 de setembro, na qual quem trocar pontos Livelo por Smiles recebe um bônus de 60%. E o equivalente a 10% das doações serão repassados para a CONIACC.

O Banco do Brasil também firmou parceria com a Cassi, para divulgação sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil e prestar orientações aos médicos credenciados sobre os sinais e sintomas da doença.
No ano passado, a Ação Infância e Vida arrecadou cerca de R$ 1 milhão, resultado de doações de pontos de cartões de crédito e em dinheiro. O total foi distribuído entre a CONIACC e suas 50 filiadas em todo o Brasil. A expectativa é de que este ano a campanha ultrapasse a marca dos R$ 2 milhões, e que não fique restrita ao repasse de pontos: é possível também contribuir com doações em dinheiro através de depósitos na Conta Corrente da CONIACC.

Ação Infância e Vida 2017: como doar

As doações podem ser feitas através da troca de pontos Dotz.
Doação de qualquer valor, utilizando a conta da CONIACC no BB:
Agência: 2870-3 – Conta Corrente: 33.000-0.
A campanha vai de 15 de agosto a 15 de outubro, no entanto, os mecanismos de doação ficarão disponíveis após este período.
Mais detalhes da ação Infância e Vida: bb.com.br/infanciaevida.

Os três eixos de atuação da Ação Infância e Vida

1. Doação de recursos financeiros às instituições filiadas, através da CONIACC;
2. Educação para o diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenil;
3. Mobilização do Voluntariado BB para atuação junto às Casas de Apoio.

O Eixo Educação da Ação Infância e Vida contempla a divulgação de material informativo sobre possíveis sinais do câncer infantojuvenil, com o objetivo de diagnosticar a doença em seu estágio inicial e, consequentemente, promover a cura.
São pequenas iniciativas que podem fazer a diferença na vida de milhares de crianças e adolescentes, já que o diagnóstico precoce do câncer é fator determinante para o resultado positivo do tratamento. Quanto menor o tempo entre o aparecimento de sinais da doença e a confirmação diagnóstica, maior é a chance de cura.

Sobre o câncer infantojuvenil
De acordo com a Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE), o câncer infantojuvenil corresponde a um grupo de várias doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais e que pode ocorrer em qualquer local do organismo. Apesar de o câncer ser raro em crianças, ele é a causa de morte mais frequente nesta idade, depois de acidentes e de doenças infecciosas.
As neoplasias mais frequentes na infância são as leucemias (glóbulos brancos), tumores do sistema nervoso central e linfomas (sistema linfático). Também acometem crianças o neuroblastoma (tumor de células do sistema nervoso periférico, frequentemente de localização abdominal), tumor de Wilms (tumor renal), retinoblastoma (tumor da retina do olho), tumor germinativo (tumor das células que vão dar origem às gônadas), osteossarcoma (tumor ósseo) e sarcomas (tumores de partes moles).
Ainda segundo a SOBOPE, o câncer que acomete a criança e o adolescente até 19 anos de idade é considerado raro, quando comparado aos tumores que afetam os adultos. Cerca de 1% a 3% de todos os tumores malignos, na maioria das populações, acometem crianças e adolescentes.
Estima-se que ocorrerão cerca de 12.600 novos casos de câncer em crianças e adolescentes no país em 2017. As regiões Sudeste e Nordeste apresentarão os maiores números de casos novos, 6.050 e 2.750, respectivamente, seguidas pelas regiões Sul (1.320), Centro-Oeste (1.270) e Norte (1.210).
De acordo com o Instituto Nacional de Câncer – INCA, no Brasil o câncer já representa a primeira causa de morte (7% do total) por doença entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, para todas as regiões. Porém, o tratamento da criança com câncer é um dos maiores exemplos de sucesso nas últimas décadas. A cura apresentou um giro de 180 graus, passando de 85% de taxa de mortalidade para 85% de taxa de cura.
Dados de um estudo sobre o panorama do câncer infantojuvenil divulgado pelo INCA e pelo Ministério da Saúde (MS) apontam que a sobrevida estimada no Brasil por câncer na faixa etária de zero a 19 anos é de 64%, índice calculado com base nas informações de incidência e mortalidade. O estudo apontou que a sobrevida varia de acordo com a região do País. Os índices são mais elevados nas regiões Sul (75%) e Sudeste (70%) do que no Centro-Oeste (65%), Nordeste (60%) e Norte (50%).
Sobre a CONIACC
A Confederação Nacional das Instituições de Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer – CONIACC representa as organizações de apoio à criança e ao adolescente com câncer espalhadas por todo o Brasil. Atualmente conta com 50 filiadas.
A CONIACC propõe uma nova abordagem do papel das Instituições de Assistência às Crianças e Adolescentes com Câncer, ancoradas por uma visão de futuro, reconhecendo a responsabilidade de sua liderança em proporcionar melhor qualidade de vida e dignidade, minimizando a dor e o sofrimento dos pacientes portadores de câncer infantojuvenil.
Graças ao engajamento de seus dirigentes, a CONIACC possui um propósito bem definido: estimular e apoiar, através de uma rede de ações em todos os níveis da sociedade, um olhar mais sensível para a criança e o adolescente portadores de câncer e suas famílias.

Grupo em Defesa da Criança com Câncer
Desenvolvido por Click Code

Em caso de emergência         (11)4815-8440